Agronegócio: Regras para sobreviver à crise

Sex, 28 de Novembro de 2008 16:59 Assunto relevante

Futuro

Como não é possível prever o quanto (e se vai) essa crise afetará a produção agropecuária  no Brasil é bom  ter maior conhecimento e controle a respeito dos custos da produção.

Os agricultores devem utilizar as ferramentas disponíveis para saber qual custo de sua atividade e o que pode ser feito para trabalhar a redução.

A margem de lucro depende do peso do custo. O transporte, por exemplo, é um ponto de estrangulamento e um dos fatores que mais pesam no custo das atividades. Quanto mais o produtor conseguir reduzir o custo, maior é sua margem de lucro.

Leia mais…

Anúncios

Saiu o Novo Regulamento Técnico para Café Torrado e Moído

Sex, 28 de Novembro de 2008 16:57 Café

CaféCafé torrado

O “Novo Regulamento Técnico para Café Torrado e Moído” será publicado ainda este ano e deverá entrar em vigor até julho de 2009.

O regulamento definirá um padrão mínimo de qualidade a ser avaliado no produto final (café torrado e moído) e provocará melhorias significativas na qualidade do café e,  consequentemente, aumentará o consumo.

Leia mais…

Lula encontra presidente russo, mas assunto de principal interesse do empresariado brasileiro, a exportação de carnes para a Rússia não foi citado

Assunto relevante

RússiaRússia antipática

O Brasil é o maior fornecedor de carnes para o mercado russo, mas as vendas vêm caindo nos últimos anos em função de medidas protecionistas. Os russos estabelecem “cotas” que limitam a entrada do produto, de acordo com cada fornecedor.Na última revisão das cotas, o Brasil ficou na categoria “outros” – o que, de acordo com empresários nacionais, acabou favorecendo produtores europeus e americanos.

Leia mais…


Agronegociar.com defende o agronegócio no Plano Estadual de Recursos Hídricos

Sex, 28 de Novembro de 2008 16:16 Informação

Fazendo a nossa parteAgronegociar.com – Fazendo a nossa parte

Ontem, 27/11/2008, as autoridades mineiras realizaram mais uma audiência pública como parte do plano estadual de recursos hídricos. Realizada em Ubá na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, na Peixoto Filho, 122. Estiveram presentes secretários de Gestão ambiental de vários municípios, jornalistas, professores, universitários, populares, um espião da CEMIG e outro da Holcim e nós, do Agronegociar.com.

Como sempre, no entendimento das pessoas o grande vilão dos recursos hídricos é o agronegócio irrigado. A solução rotineira, punir os produtores rurais por isso e por aquilo outro. Todos repetem em uníssono, o agronegócio é  responsável 69% do consumo dos recursos hídricos no Brasil.

Leia mais…


Entenda a influência da crise financeira global em alguns setores do agronegócio

AgronegócioBoi:
Os preços estão estáveis, mas com tendência de baixa. É preciso ficar atento aos impactos da crise na Rússia e Leste Europeu, grandes compradores de carne bovina. O boi é um bom ativo para os pecuaristas.

Frango:
Há projeção de aumento da produção em 2009, pelos investimentos já feitos. Se a crise se agravar, com recessão e queda de consumo lá fora, o segmento precisará de grande demanda interna para absorver a produção.

Leia mais…


Onze manhas para economizar combustível

Economia

1 – Não aqueça o motor com o veículo/moto parado. Isso é necessário para carros/motos a carburador. Com a injeção eletrônica toma conta para que isso não aconteça. Quando você deixa o carro “esquentando” parado, o motor demora mais para chega à temperatura ideal. Logo, a emissão de poluentes e o consumo de combustível são maiores. O melhor é partir levemente, evitando regimes de rotação elevados.Leia mais…


O agronegócio do café em Minas: luz no fim do túnel

Qui, 27 de Novembro de 2008 08:23 Café

Granizo - Minas Gerais

As lavouras de café em Minas Gerais esse ano (set/2008) foram atingidas e severamente prejudicadas por intensas chuvas de granizo. Na tentativa de minimizar o problema o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou (26/11, quase dois meses depois), a criação de uma linha de crédito especial para recuperação de cafezais em Minas Gerais.

Serão 90 milhões de reais em crédito para o setor, com prazo de pagamento de até seis anos. O cafeicultor com perda de, pelo menos 10% da área de produção atingida pelo fenômeno climático, poderá solicitar o financiamento.

Leia mais…